Santo Antão vai receber financiamento para melhorar caminhos vicinais

09 de maio de 2022

A+ A-

Santo Antão vai receber ainda este ano cerca de 440 mil contos para reabilitação de caminhos vicinais que têm importância económica para a Ilha. O programa também contempla a requalificação da orla marítima do Tarrafal de Monte Trigo, no município do Porto Novo. Conforme a Inforpress, a quantia consta do Programa Operacional Turístico - POT, financiado pelo Banco Mundial.

O presidente da Associação dos Municípios de Santo Antão, recentemente, tinha confirmado este financiamento destinado ao sector do turismo, mais precisamente para a reabilitação de mais de 70 quilómetros de caminhos vicinais.

Porto Novo já classificou três dezenas de caminhos vicinais como património para a salvaguarda e preservação, como sendo “uma condição legal” para receber obras de recuperação.

Com isso, esses percursos em avançado estado de deterioração vão poder ser recuperados, tendo em conta a importância para o turismo e para várias comunidades que se dedicam à agricultura e à pecuária.

Porto Novo dispõe de uma vasta rede de caminhos vicinais, que forma o itinerário dos turistas que chegam a este concelho para a prática de trekking (caminhadas em trilhas), mas também serve de acesso a muitas comunidades.

Em toda a Ilha, os caminhos, construídos ainda na era colonial, foram classificados e assinalados, formando sete rotas turísticas criadas pela Rede de Promoção do Turismo Sustentável e Inclusivo desta ilha (Raízes).

Trata-se das rotas do Mocho, da Ponta do Sol, da Bruxa, do Mar, do Vale, Nho Muchim e dos Resistentes do Planalto Norte.

 

RTC Online, com RCV

Artigos Relacionados

Programação

Mais Acedidos

Últimos Vídeos

Últimos Áudios