Cabo Verde não pode "olhar de soslaio" para o problema dos outros - Joaquim Jaime Monteiro

14 de outubro de 2021

José Maria Neves, candidato Presidenciais 2021
A+ A-

Joaquim Jaime Monteiro promete patrocinar um processo de legalização geral de imigrantes, caso eleito.

Nos contactos com os eleitores na ilha de Santiago, Djak Monteiro tem sido confrontado com as dificuldades no processo de legalização dos imigrantes, sobretudo da costa africana que se queixam das dificuldades no acesso à documentos.

Nina uma jovem oriunda da Guine Bissau trazia um folheto com instruções sobre o processo de legalização. Um problema com que muitos cabo-verdianos na Diáspora se debatem. Para Joaquim Jaime Monteiro, Cabo Verde não pode "olhar de soslaio" para o problema dos outros.

O candidato defende que o Estado de Cabo Verde deve tratar os cidadãos residentes no país com a mesma dignidade que exige que os países de acolhimento tratem dos emigrantes cabo-verdianos.

Djak Monteiro não teria dificuldades em patrocinar um processo de documentos gerais dos imigrantes que residem em CV em situação ilegal.

Hoje Joaquim Jaime Monteiro desloca-se à ilha do Fogo, onde irá encerrar uma campanha eleitoral.

Djak Monteiro regressa Domingo, ainda a temo de exercer o direito de voto. 

  

Levi Salomão | Adaptação Web e disponibilização: VNBorges, estagiária em jornalismo



Artigos Relacionados