"Há que olhar para o desporto cabo-verdiano de forma diferente" - Marco Soares

10 de outubro de 2021

Marco Soares (Foto: FCF)
A+ A-

Marcos Soares, um dos capitães da seleção nacional de futebol,  compareceu na improvisada sala de imprensa do Estádio Adérito Sena logo após a vitória de Cabo Verde, este domingo, sobre a Libéria (1-0) para deixar alguns recados. Sem meias palavras, o médio, de 37 anos, começou por expressar aquilo que chamou de "vitória para o povo de Cabo Verde" depois de a equipa ter passado por muitas dificuldades durante esta jornada dupla.

"Foi muito complicado. Chegámos ao Gana e no primeiro dia sequer tivemos um campo para treinar. Fizemos um único treino e jogámos às 13h00, com 30 graus sobre nossas cabeças. As pessoas às vezes não têm noção do que é isso. Tivemos de ir atrás do resultado e conseguimos. Depois, tivemos de fazer a viagem para Cabo Verde. Ontem (sábado) às 06h00 da manhã estávamos sentados no aeroporto de Lisboa, e tínhamos um jogo hoje importante para a qualificação para o Mundial. A Libéria veio 2 dias antes." 

Por todos estes sacrifícios, Marco pediu que seja dado mais atenção ao desporto cabo-verdiano.

"O que estou aqui a pedir hoje é que seja olhado de forma diferente para o desporto cabo-verdiano. Se calhar, o desporto é o melhor meio, a melhor fonte de publicidade para o país.  É o maior meio para podermos educar as nossas crianças porque se há crianças que ontem tendiam a ir para maus caminhos, talvez  hoje dizem que querem ser um Ryan, querem ser um Marco Soares, um  Babanco... Então é este caminho que temos que mostrar às crianças, temos de apoiar e valorizar o desporto, não olharmos só para nós, só para o nosso ego." 

O capitão visou também aqueles que têm criticado "de forma injusta" a seleção.

"Estamos metidos na luta pela qualificação até ao fim. Mas isso é tudo graças ao espírito de união e coesão deste grupo. Por isso, é preciso haver um ponto de equilíbrio. Se calhar, se não tivessemos marcado este golo no último minuto, agora estavam todos a dizer coisas que nós não gostamos de ouvir. Temos de ter equilíbrio porque, acima de tudo é a nossa paixão, o nosso amor que pomos ao serviço de Cabo Verde."

Com 37 anos, Marco Soares é, atualmente, o jogador mais experiente da seleção nacional, tendo já ultrapassado a marca das 50 internacionalizações. O médio do Arouca de Portugal foi suplente não utilizado no jogo deste domingo com a Libéria.

Benvindo Neves



Artigos Relacionados