Mundial Militar de Boxe. Pugilista Davilson Morais cai nos quartos-de-final

23 de setembro de 2021

Davilson Morais
A+ A-

Caiu por terra o sonho de Davilson Morais em chegar ao ouro no Campeonato Mundial Militar de Boxe, que decorre na Rússia.

O pugilista cabo-verdiano caiu ontem nos quartos-de-final aos pés de um adversário do Irão. Em declarações à RCV, Davilson explicou a derrota no combate com a falta de ritmo competitivo.

“Acabei por perder o combate, mas foi bom. Em Cabo Verde tenho défice de competição, por isso não é algo que provoque espanto. Se eu tivesse mais competições, se calhar, estaria em pé de igualdade com os meus adversários.”

Analisando o combate desta quarta-feira, Davilson conclui que nos momentos-chave, veio ao de cima a experiencia do iraniano

“O adversário foi mais forte porque tinha muito mais competição, quando é assim, as coisas estão bem afinadas. Posso até fazer um bom trabalho a nível de treinos, mas no momento certo dos combates vêm ao de cima as dificuldades. Em Cabo Verde não tenho adversários com o mesmo peso, são mais leves e isso dificulta a montagem de uma estratégia para os combates.”

O Campeonato Mundial Militar de Boxe decorre em Moscovo, capital da Rússia, até o dia 26 deste mês. A competição é organizada pelo Conselho Internacional do Desporto Militar.

A delegação cabo-verdiana integra três elementos: o atleta Davilson Morais, seu  treinador, o Sargento-Chefe Adilson Gomes,  e o Capitão Isaías Brito, Chefe da Missão. Regressam domingo ao País.

Benvindo Neves



Artigos Relacionados