Andebol: Ana Seabra no Sal para observar jogadoras. Treinos na Praia dirigidos por Aquilino Fortes

20 de maio de 2021

Aquilino Fortes e Ana Seabra [foto Décio Barros / RTC Desporto]
A+ A-

A selecionadora nacional de andebol feminino está a partir de hoje na ilha do Sal. Ana Sebara vai observar algumas jogadoras daquela ilha que integram a pré-convocatória e que têm estado a trabalhar no pavilhão dos Espargos sob as ordens do técnico Flávio Lima.

Durante quatro dias, a selecionadora fará um trabalho de observação das atletas para depois decidir a convocatória final.

Ana Seabra chegou a Cabo Verde no último sábado. Começou a trabalhar no início desta semana, no Pavilhão Vavá Duarte, com pré-convocadas da Praia e de São Vicente. 

Depois das observações no Sal, será divulgada a lista final das 18 atletas que vão viajar para os Camarões, país que acolhe o campeonato africano, já a partir do dia 08 de junho.

“Estar no CAN vai ser importante para a evolução das jogadoras”

Cabo Verde nunca participou na competição feminina, mas a falta de experiência não retira responsabilidade ao combinado nacional. Ana Seabra diz que estar no CAN vai ser importante para a equipa poder evoluir.

“Acho que neste momento o objectivo é ter mesmo jogos internacionais, percebermos e sentirmos as necessidades para que depois possamos organizar um trabalho até 2024 de dedenvolvimento destas jogadoras.”

O facto de o combinado cabo-verdiano ter pela frente adversários muito fortes no Campeonato Africano é, para a treinadora, um bom desafio.

“É importante que as jogadoras sintam as dificuldades. Temos Angola que vai aos Jogos Olímpicos, temos o Congo que costuma ir aos mundiais… portanto, é muito importante que elas tenham estes jogos internacionais para poderem jogar ao mais alto nível, poder evoluir, poder ver as dificuldades. É também importante para a própria Federação Cabo-verdiana de Andebol perceber onde é que tem de investir.”

Ana Seabra regressa à cidade da Praia na próxima segunda-feira. Durante os dias em que vai estar no Sal, os treinos no Pavilhão Vavá Duarte ficam a cargo do treinador-adjunto, Aquilino Fortes.   

Benvindo Neves, RCV



Artigos Relacionados