Lúcia Moniz: o rosto do futebol feminino em Cabo Verde

12 de março de 2021

A+ A-

Série mulheres do desporto, hoje contamos mais uma história. Desta vez, a personagem é Lúcia Moniz, um dos rostos mais célebres do futebol feminino em Cabo Verde. Começou por jogar andebol, mas foi no futebol que encontrou a verdadeira paixão.

Lúcia respira futebol por todos os poros. A modalidade já lhe deu tudo, entre troféus e amizades. "Fiz amizades para vida, conheço quase todo Cabo Verde, Portugal de norte a sul, viajei muito. Tudo isso graças ao futebol".

A nível de títulos, é difícil encontrar uma mulher em Cabo Verde que possa ter mais conquistas no futebol que ela.

Na reta final da carreira, Lúcia Moniz olha para trás e vê o primeiro jogo de sempre da Seleção Nacional, em 2018, frente à Guiné-Bissau, um dia histórico, marcante para o futebol feminino em Cabo Verde. Lúcia foi a capitã da equipa no primeiro jogo de sempre da Seleção Nacional. Cabo Verde perdeu por 1-0. Ainda hoje, passados quase 3 anos, a futebolista fala emocionada do marco histórico e não consegue conter as lágrimas. Naquele dia foi a realização de um sonho aos 38 anos. 

Nessa estreia, com o jogo empatado, a Equipa Nacional beneficiou de penalty, momento de muita ansiedade. Com as colegas todas hesitantes, a capitã assumiu a responsabilidade da cobrança, mas falhou. Deste modo, desperdiçou também a oportunidade de entrar para a história como a primeira jogadora a marcar pela seleção nacional.

Retirou-se da seleção nacional um ano depois da estreia. Hoje é Coordenadora do futebol feminino da Federação Cabo-verdiana de Futebol. Todavia, continua a jogar pela sua equipa - o Seven Stars, campeão nacional em título.

Lúcia cresceu no seio de uma família apaixonada pelo futebol, que a ajudou a gostar da modalidade. Na escola, a educação física, também ajudou-a. Sempre jogou futebol, mas começou a competir no desporto, em andebol, com a equipa Estrelas de Andebol, da Praia. Aos 17 anos foi convocada para seleção de futebol Santiago Sul para um torneio inter-ilhas. E teve de decidir entre andebol e futebol, o resto é o que se sabe.

No futebol, conquistou 7 Campeonatos Nacionais, 7 Regionais em Santiago Sul e inúmeros torneios. Individualmente, entre vários prémios, destaca a de Melhor Jogadora de Santiago Sul em 2011. 

A capacidade de liderança da capitã Lúcia Moniz, extravasa o relvado. Diz preocupar-se muito com a formação cívica e integração na sociedade, das atletas da sua equipa. 

Para um futuro breve a jogadora quer trabalhar na implementação de uma escola de futebol feminino e promete também batalhar para o alargamento do tempo das competições do futebol feminino.

+ Série Mulheres no Desporto: Adriana Almeida: a "Bolt" de Cabo Verde 

+ Série Mulheres no Desporto: Cíntia Dias, a campeã que foi levada ao boxe pelas mãos da mãe



Programação

Ainda esta Semana

Últimos Vídeos

Últimos Áudios

Artigos Relacionados