Santo Antão Norte: Afinal vai haver campeonato com… 3 equipas

25 de fevereiro de 2021

A+ A-

Afinal, vai haver campeonato de futebol na Região de Santo Antão Norte, com três equipas: Santo Crucifixo, Rosariense e Sinagoga. 

Em Dezembro do ano passado, os clubes reunidos em assembleia-geral da Associação, tinham decidido pela não retoma das competições esta época. 

Para melhor contextualizarmos, recordemos, em primeiro lugar, o que na altura tinha dito o presidente da Associação de Futebol da Região Norte de Santo Antão, em declarações à RCV. 
“Os clubes [de Santo Antão Norte] acham que neste período de interregno o IDJ e a Federação deveriam dar oportunidade para os dirigentes do clubes, das associações e árbitros receberem formação para que ficassem mais capacitados. Desta forma, arrancaríamos em 2021/22 com toda a força”, declarava Pedro da Luz ao Jornal do Desporto da RCV, no dia 13 de Dezembro.

Agora, passados dois meses, a coisa muda de figura. Ouvido mais uma vez pela RCV, Pedro da Luz, justifica que, na altura, os clubes não votaram contra a retoma. 
“Na altura, dos oito clubes, seis disseram que não estavam disponíveis para participar no campeonato, nunca foi votado que não havia época 2020/21. Perante isso, fizemos o nosso comunicado na altura tendo em conta a posição desses clubes.”

A realização do campeonato da presente temporada com um número mínimo de equipas é viabilizada pela intervenção da Camara Municipal da Ribeira Grande, admite Pedro da Luz. “A Câmara Municipal da Ribeira Grande, no seu papel de promoção do futebol, convocou, de livre vontade, um encontro com os clubes da Ribeira Grande, juntamente com a Associação. Os clubes expuseram sua situação e a câmara deu garantias financeiras e de transporte. Os clubes tiveram uma semana para darem uma resposta e três deles mostraram disponíveis para a retoma”, explicou Pedro da Luz, acrescentando que, da parte dos clubes do Paul, nenhum deles e nem a autarquia local manifestaram qualquer interesse perante à Associação.

O presidente da AFRNSA foi mais longe nos seus argumentos e recordou que é legal haver um campeonato com três clubes. “O regulamento assim permite, é o que temos vindo a fazer há largos anos com o campeonato da segunda divisão”, concluiu.

A Rádio de Cabo Verde contactou alguns dos clubes que ficam de fora, para conhecer a sua posição. Em conversa não gravada, dizem ter sido apanhados de surpresa com esta decisão, que consideram “ilegítima”. Prometem uma posição conjunta nos próximos dias.

Quanto à data para o arranque do campeonato a três, o presidente da Associação de Futebol da Região Norte de Santo Antão disse que ainda não está definida. “Ainda não temos data porque foi ontem [terça-feira] que os clubes confirmaram.  Vamos agora convocar os clubes e decidir a data da retoma e analisar se serão três ou quatro voltas”.

Entretanto, a RCV teve acesso a um correio eletrónico da AFRNSA, enviado aos clubes na tarde desta quarta-feira, com a aprovação do plano da época 2020/21 e a respetiva calendarização das competições. O campeonato, segundo o documento, tem início marcado para 3 de Abril e término a 16 de Maio.

Benvindo Neves / Teresa Pinto, RCV