Atletas treinam no Estádio Nacional com olhos em Túnis como via de acesso a Jogos Paralímpicos de Tóquio

24 de fevereiro de 2021

A+ A-

Sete atletas cabo-verdianos já estão a preparar a participação no GrandPrix de Túnis, que se realiza de 15 a 22 de Março, na Tunísia.

O objetivo é buscar os mínimos de qualificação para os Jogos Paralímpicos de Tóquio que serão disputados em Agosto deste ano.

Os treinos decorrem no Estádio Nacional, na cidade da Praia. Heidilene Oliveira vai competir no Atletismo, nos 100, 200 e 400 metros. A atleta de São Vicente está confiante numa boa prestação para, assim, obter o passaporte para o Japão.

A treinar desde o início do ano, nas disciplinas de 100 e 400 metros e também no Salto em Comprimento, Anderson Delgado aposta, igualmente, em obter uma boa marca em terra tunisinas. Até porque, confessa, sob orientação de um técnico português, os resultados têm melhorado continuamente. 

Apesar do pouco tempo de preparação e das limitações impostas pela pandemia de Covid-19, Marílson Semedo sonha representar Cabo Verde com empenho e dedicação. O atleta, natural de São Domingos, vai competir nos lançamentos de dardo e disco e ainda no arremesso de peso.

Cabo Verde vai ao GrandPrix de Tunísia, que se realiza em Março, procurar a qualificação paralímpica para Tóquio, com 7 atletas, 2 guias e 2 dirigentes / treinadores. 

Gracelino Barbosa, Carlos Araújo e Anderson Delgado, Keula Semedo e Heidilene Oliveira irão competir nas disciplinas de pista, nos 100, 200 e 400 metros, ao passo que Márcio Fernandes e Marilson Semedo competirão nas disciplinas de lançamento de dardo e disco.

Pedro Paulo Moreira / RCV