Utilização da internet e da inteligência artificial para a transição da agricultura está a dar os primeiros passos em Cabo Verde

29 Fevereiro de 2024

A+ A-

A utilização da internet e da inteligência artificial para a transição da agricultura está a dar os primeiros passos em Cabo Verde. Uma possibilidade que se abre através de dois projetos concretizados pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Uni-CV em parceria com a Associação dos Produtores de São Filipe, nos arredores da cidade da Praia.

O projeto “Transição Agrícola Usando Internet das Coisas e Inteligência Artificial” financiado pelo PNUD tem o foco na rega inteligente.  Financiado pelo Centro Internacional de Pesquisa para o Desenvolvimento e Agência Sueca de Cooperação para o Desenvolvimento Internacional o segundo projeto Ferramentas de Monitorização e Inteligência Artificial para a Agricultura Inteligente” foca na utilização de redes de sensores sem fios, monitorização por drones e modelos de Inteligência Artificial para otimizar a produção agrícola e gestão de recursos. 

Os dois projetos tem a coordenação do Laboratório de Soluções Inteligentes e Responsáveis da Uni-CV dirigido pela investigadora Sónia Semedo, doutora em Engenharia Física. Os resultados só vão ser avaliados daqui a nove meses. 

Sónia Semedo alerta só é possível estender a experiência para outras parcelas agrícolas do país com a anuência dos agricultores além de energias renováveis e internet disponível bem como os equipamentos associados, como telemóvel ou tablet.

Ouça, em baixo, a reportagem completa com declarações da investigadora Sónia Semedo, doutora em Engenharia Física

Pode Interessar

Programação

Mais Acedidos

Últimos Vídeos

Últimos Áudios

Videos que pode Interessar