Preço da oferta turística aumenta 1.3 pontos porcentuais no 3º trimestre de 2023 em relação ao periodo homólogo de 2022

19 Outubro de 2023

A+ A-

O preço da oferta turística aumenta para 17,9% no terceiro trimestre de 2023, uma subida de 1,3 pontos percentuais, em relação ao período homólogo. De acordo com o INE, Instituto Nacional de Estatística, o alojamento e a restauração são alguns dos fatores que influenciaram a subida de preços da oferta turística em 2023.

Os preços praticados em hotéis e aldeamento turísticos no alojamento e restauração, foram determinantes para o aumento do preço de oferta turística no terceiro trimestre deste ano comparativamente com o terceiro trimestre de 2022, com os preços a dispararem para 56,9% e 20.3% A oferta turística nestas classes registaram uma variação homologa de 18.1% o que corresponde a um aumento dos preços de oferta em 1.3 pp. Boa Vista e São Vicente são as ilhas em que registaram preços mais altos O alojamento e a restauração nestas duas ilhas chegaram a 21,4 % e 17,6 %.

As ilhas do Sal e Santo Antão e Santiago registaram, conforme o INE, variações de 14,6 % e 9,6 %, e 9,5% respectivamente. As classes de aluguer de viaturas e de serviços de entretenimento e cultura não registaram qualquer alteração nos respetivos preços, relativamente ao trimestre homólogo. Quanto aos preços relativos aos restaurantes, os dados indicam que houve um aumento de 10,5 % relativamente ao terceiro trimestre de 2022, e nas atividades de cafés, bares e similares, o aumento de preços registado foi de 14,5 %.Já as pousadas e pensões registaram variações de 16,6 % e 16,4 %, e os hotéis apartamentos registaram um aumento de 12,8 %, apontando por outro lado que as residenciais, registou-se um aumento, ainda que relativamente mais brando, na ordem dos 7,8 %. 

Ainda de acordo com a mesma fonte, a taxa de variação no trimestre em análise foi de 9,0 %, superior em 6,9 p.p. à registada no trimestre anterior, em que se situara em 2,1 %. No mesmo trimestre do ano anterior, verificara-se uma variação em cadeia (trimestral), de 7,7 %.“Estes resultados são de acordo com a INE, consequência de movimentos sazonais de natureza mensal, com particular incidência na componente de alojamento.

Nos restantes serviços turísticos, registaram variações nulas face ao trimestre anterior. A nível das ilhas, todas apresentaram variações trimestrais de sinal positivo, nomeadamente Boa Vista, 14,1 %, Sal, 3,8 %, Santiago, 0,6 %, São Vicente, 0,3 %, Santo Antão, 0,1 %, que concluiu o INE, determinaram fortemente o movimento do IPT Nacional.

Pode Interessar

Videos que pode Interessar