ADECO classifica de "Muito importantes" as medidas para a estabilização dos preços dos combustíveis e dos produtos alimentares

01 de abril de 2022

A+ A-

"Muito importantes". É assim que Eder Brito, Vice-presidente da ADECO, Associação para Defesa do Consumidor classifica as medidas avançadas pelo Governo para a estabilização dos preços dos combustíveis e dos produtos alimentares.

A ADECO, Associação para Defesa do Consumidor, concorda com as medidas avançadas pelo Governo para a estabilização dos preços dos combustíveis e dos produtos alimentares.
É que, explica Éder Brito, Vice Presidente da Adeco, em relação aos combustíveis, por exemplo, a atualização dos preços iria rondar os 25%, um aumento que seria insuportável para os consumidores cabo-verdianos. 

Pelo menos durante o mês de abril. Já para os meses de maio e Junho, os preços serão atualizados pelo Governo. Das medidas de mitigação dos impactos da Guerra na Ucrânia e ainda da Covid-19, Eder Brito destaca ainda o reforço do stock de cereais.

A ADECO, que classifica as medidas adotadas pelo Governo para a estabilização dos preços dos combustíveis e dos produtos alimentares de auspiciosas e ambiciosas, promete ficar atenta à sua implementação, que, sublinha Eder Brito, é o que realmente interessa.