Notícias

Conselho de Concertação Social está hoje reunido para discutir o Orçamento de Estado 2018


07 Dez 2017 Política


O Conselho de Concertação Social reúne-se hoje, para discussão do Orçamento de Estado para 2018 e a Política de Rendimento e Preços, para analisar a proposta de atualização do Salário Mínimo para os 13 mil escudos, de acordo com anúncio feito pelo Primeiro-ministro na sua intervenção no debate do Orçamento no Parlamento.


A CCSL diz concordar e apoiar a proposta, e que, além disso, vai exigir outras medidas que reponham o poder de compra dos cabo-verdianos, que em 10 anos diminuiu 24,7%, de acordo com José Manuel Vaz.

Além disso, José Manuel Vaz garante que vai também exigir a continuação da aprovação dos estatutos dos funcionários dos quadros privativos da função pública que ainda não tiveram este direito aprovado: os dos Registos e Notariado, da Polícia Nacional, das Alfandegas e da Direção e Contribuição e Impostos, da IGAE, dos Inspetores da Educação e do Trabalho e a resolução dos pendentes com os professores.
 
A UNTCS-CS diz que esta reunião deveria ter acontecido em Outubro, já que foi compromisso assumido pelo Governo perante os parceiros socias. Joaquina Almeida avança com a proposta de 2.5% de aumento salarial.

A Câmara de Comércio de Sotavento apoia o Orçamento de Estado apresentado e a proposta de aumento do salário mínimo.

A proposta de Orçamento de Estado deverá voltar ao Parlamento para votação na especialidade, na sessão que se inicia na próxima segunda-feira.


MCSA - RCV

Comentários

Publicidade