Notícias

TACV admite não ter perspectivas de realização de voos internacionais nos próximos dias


13 Set 2017 Sociedade


Num comunicado enviado ontem à imprensa, a companhia aérea nacional adianta que continua a encaminhar os passageiros para outras empresas, como a TAP, a SATA ou a Air Marroc.


A TACV tem vindo a cancelar, desde o início do mês, a quase totalidade dos voos internacionais para a Europa, Brasil e EUA, devido a uma avaria no motor do seu único Boieng, deixando vários passageiros retidos em Cabo Verde, sobretudo na Praia e Mindelo.

"A procura de um avião para fretamento prossegue, assim como de um motor de substituição equiparado, mas sem sucesso pelas dificuldades do fim de época alta em todos os mercados", explicou a companhia em comunicado.

A empresa adianta que o reencaminhamento de passageiros através de outras companhias como a TAP, a Royal Air Marroc e a SATA, continua a ser a solução mais viável estando, todavia, sujeita à disponibilidade de lugares.

Tendo em conta as dificuldades e a falta de perspectivas para os próximos dias, a TACV diz que está disposta a reembolsar integralmente os bilhetes dos passageiros afectados.

Confrontado ontem à tarde com esta situação, o Primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, admitiu que uma solução poderá ser encontrada nos próximos dias ou horas.

Algumas dezenas de passageiros têm-se concentrado em frente as agências da TACV nas cidades da Praia e Mindelo exprimindo a sua revolta e à procura de informações sobre os respectivos voos.


MCSA - RCV

Comentários

Publicidade