Notícias

Cabo Verde vence Guiné Conacry por 60 x 48 e qualifica-se para o Afrobasket feminino


20 Mai 2019 Desporto

Está cumprido o objectivo. Cabo Verde segue para o Afrobasket Feminino, competição marcada para o próximo mês de Agosto no Madagáscar

Depois da derrota na sexta-feira por uma diferença de dois pontos, ontem, foi só festa no Pavilhão Vavá Duarte. A Seleção Nacional não deu quaisquer chances à Guiné Conacry e venceu por uma diferença de 12 pontos, 60 x 48. Cabo Verde esteve sempre a frente do placar, aliás… no segundo período chegou a estar com uma vantagem de 20 pontos. No final do jogo, euforia total no Pavilhão. Jogadoras, equipa técnica e o público, todos misturados entre gritos e abraços. O Selecionador António Moreira “Zola” acabava de realizar um sonho.

Quanto ao triunfo de ontem, o Selecionador explicou a forma como desmontou o jogo da Guiné Conacry, que tinha vencido na sexta-feira por uma diferença de dois pontos.

A felicidade no rosto de cada jogadora era bem visível. Lorreta Rocha, Extremo que joga nos EUA, sentia pela primeira vez em casa o calor do público a puxar pela seleção.

Ouvimos também Djenifer Veiga. A poste que joga em Portugal, agradeceu o público pela força transmitida ao longo do jogo.

O Afrobasket é já daqui a três meses, em Agosto, no Madagáscar. Zola tem algumas atletas com mazelas, mas garante uma boa preparação.

Cabo Verde qualifica-se para o Afrobasket deste ano, depois de deixar para trás a Guiné Conacry. Dois jogos em três dias. Na sexta-feira, Guiné Conacry ganhara por 50 x 48. Ontem a selecção Nacional derrotou o mesmo adversário por 60 x 48.


Reportagem RCV com jornalista Benvindo Neves


Relacionados

Comentários

Pesquisar