Notícias

Universidade de Cabo Verde inicia mestrado sobre " Crioulistica e Lingua Cabo-verdiana" em Novembro


06 Out 2010 Cultura

A Universidade de Cabo verde inicia a 15 de Novembro um novo mestrado em “Crioulistica e Língua Cabo-Verdiana” cujas inscrições estão abertas até 20 de Outubro. O Curso que tem como Publico alvo licenciados nas áreas de línguas, literatura e Cultura, tem como objectivo, conforme o coordenador Cientifico Manuel Veiga, criar conhecimento e divulgar a ciência da Língua Cabo-verdiana no pais.

Para Manuel Veiga este é um Presente da Universidade de Cabo Verde no ano em que comemora 35 anos de Independência e 550 anos de História. Um Mestrado que, defende O coordenador Cientifico, pretende satisfazer as necessidades do Pais neste domínio. “ Cabo verde precisa de ciência sobre a língua Cbo-verdiana. Então este mestrado é sobretudo para criar conhecimento e divulgar a ciência da língua cabo-verdiana e formar formadores, formar docentes do Ensino Básico, formar tradutores e redactores na língua cabo-verdiana. Porque muita gente diz: é difícil traduzir, mas você nunca traduziu, você nuca aprendeu, como é que será fácil traduzir. Aprendendo fica fácil. Mas também formar investigadores para a crioulistica para trabalhar em investigação em institutos dentro e fora do País” explica Manuel Veiga.

A Investigação e o Ensino da Língua Cabo-Verdiana não é recente, recorda o linguista, e vem da década de oitenta na antiga Escola de Formação de professores do Ensino secundário, passando pelo antigo Instituto Superior de Educação e no actual Departamento de Estudos Portugueses e Cabo-Verdianos da UNI-CV.

“Há já uma prática de alguns anos no ensino da língua Cabo-Verdiana em Cabo Verde. Mas lá fora então…nos estados Unidos há mais de 30 anos de experiência no ensino da língua Cabo-Verdina, alias dois dos doutores que vem leccionar o mestrado vem dos Estados Unidos da América. Na Europa hoje já se ensina, em Portugal a universidade Nova de Lisboa tem um programa de estudo em língua Cabo-Verdiana..."

A Língua Cabo-verdiana está presente em outros projectos de ensino em Portugal, mas também na Holanda.O Corpo docente do Mestrado em “Criolistica e Língua Cabo-Verdiana” integra sete Professores Nacionais e 6 Estrangeiros. A graduação vai também abarcar as formas adequadas de Ensino para a língua Primeira(Materna) e a Língua segunda, no caso o Português.

Manuel Veiga assegura que no quadro legal todos os instrumentos de valorização e promoção da Língua Cabo-verdiana têm sido criados, e ao nível prático já conquistou o espaço de oficialidade, agora é preciso massificar o seu ensino.

O Mestrado em Crioulistica e Língua Cabo-verdiana promovido pela Universidade de Cabo Verde é dirigido a 25 pessoas,essencialmente licenciados em línguas, Literatura e Cultura. No entanto existe a possibilidade de outras áreas de formação serem avaliadas pela comissão responsável pelo Curso.


Comentários

Pesquisar






Publicidade