RTC Logotipo definir como homepage | adicionar aos favoritos
Home Institucional NotíciasProgramasMultimédia  RTC Directo    RCV     TCV     RCV+   OK
Você está aqui: Home > Notícias > Sociedade > Novela 'Rebeldes' cria polémica antes de começar a ser exibida em Cabo Verde
publicado em:  17 Mar 2011

Novela 'Rebeldes' cria polémica antes de começar a ser exibida em Cabo Verde

Foto: Ilustração
Segundo o Pastor da Igreja Baptista, Emanuel Monteiro, esta novela mexicana deixou seus traços nefastos no Brasil e só irá trazer maior violência e rebeldia à camada juvenil cabo-verdiana.

A novela “Rebelde”, que a TV Record pretende exibir nos próximos tempos, já começa a levantar alguma polémica na sociedade cabo-verdiana.

Segundo o Pastor da Igreja Baptista, Emanuel Monteiro, esta novela mexicana deixou seus traços nefastos no Brasil e só irá trazer maior violência e rebeldia à camada juvenil cabo-verdiana.

"No Brasil contribuiu para o aumento da violência juvenil e para desestruturar a família. Os filhos que assistiram essa novela passaram a não respeitar os pais, começou a aumentar o número de conflitos entre pais e filhos. Os jovens se tornaram mais violentos nas escolas porque criou-se um espírito de rebelde, uma espécie de libertinagem na camada juvenil. Trouxe prejuízos em questão familiar, a ética social e a convivência e em Cabo Verde muitos não têm esse conhecimento", conta Monteiro.

O pastor que estudou Teologia no Brasil, disse que conhece alguns dos efeitos deixados pela novela “Rebelde”, através dos relatos de famílias brasileiras.

"Nós que já vivemos no Brasil, por cinco anos, temos relatos de famílias porque nossa Igreja tem raízes brasileiras, temos contacto com famílias que são vítimas. Nesse caso, uma mãe que nos escreveu contando a reação da filha depois que viu a publicidade da novela em que a frase é 'Eu sou rebelde e você'. Depois de assistir pela segunda vez, a filha começou a repetir a frase e a ter comportamentos com a mãe diferentes de outrora".

Monteiro arremata que, no momento em que as autoridades cabo-verdianas travam uma luta titânica para mitigar os efeitos negativos que a violência tem tido na estrutura social, vem mais esta novela acender ainda mais a fogueira.

"Isto é inadmissível, pelo que a Igreja Baptista junta-se às outras igrejas existentes no País para forçar as autoridades a tomarem uma posição contra a emissão desta novela", conclui. Sendo a televisão um meio de comunicação, e tendo determinado o seu fim, não se interessa pelos meios.

Existem, no entanto, condicionantes, como avançou à RCV o Padre João Augusto. "Se o fim é a promoção de valores da cidadania, qualquer promoção que vá contra a promoção de valores, da harmonia familiar e social, não é bem vista pelos pais, pelos responsáveis e é uma certa irresponsabilidade em relação a geração futura de que devemos cuidar".

Até este momento não nos foi possível ter o posicionamento da TV Record Cabo Verde acerca da novela mexicana “Rebelde” que o canal pretende transmitir brevemente e que já começa a suscitar alguma reacção da sociedade cabo-verdiana pela alegada violência que transporta.



fonte:  REDAÇÃO com a RCV (Germano Lima)




Comentários
Regis | 22 Mar 2011 | Brasil
Acho preconceituoso falarem da novela rebelde e dizer que é uma emissora evangelica...e a rede globo o que será?? evangélica?? Pensem, discutam!

record CV "rebelde" | 22 Mar 2011 | CABO VERDE
olha penso eu que a novela devia ser exibida sim porque ela nao é feita apenas de beldia mas tambem ensina os adolescentes a viver pois tornar se rebelde é uma decisao dos jovens pois a novela nao influencia nada porque sao os jovens que irao decidir por eles

cvfogo | 21 Mar 2011 | usa
eu ja vi esa novela aqui nos estados unido e nao vejo nada d mal.e melhor ve este novela do que ta fora d casa fazer outras coisas sem importancia..

edgard cavalcante | 20 Mar 2011 | RIBEIRÃO PRETO
COMO PODE UMA EMISSORA QUE É DE UMA INSTITUIÇÃO RELIGIOSA(CRENTE)POSSA MANTER ESSE CONTEÚDO,É O FIM DO MUNDO

paul ssa | 19 Mar 2011 | ba-brasil
As novelas e o big broder estão fazendo um estrago tremendo na sociedade .

f117 | 19 Mar 2011 | Lisboa, Portugal
a igreja devia ensinar aos jovens como tirar partido das coisas, para aprenderem a ser homens e mulheres no futuro...em vez de alerta vermelho como fizeram... isso k estao tentando fazer com a novela "Rebelde" e o msm k teem feito com o estilo de musica RAP com os jogos da play station... dizendo k influencia os jovens pra pratica de crimes... bla bla bla... si houver tudo k opontei nos comentarios anteriores, a novela REBELDE o RAP os jogos da play station nao serao nada mais do k pura diversao

f117 | 19 Mar 2011 | Lisboa, Portugal
Sem esquecer o papel importante k a igreja tem na formacao da sociedade, em vez de estarem a querer tirar motivo de diversao dos jovens, podiam estar a falar dos pontos positivos e nao negativos k os mesmos tirariam dessa novela...(eu li partes do roteiro e a novela sera um especie de "New Wave" - novela da Globo, contando os problemas dos jovens na adolescencia mas, ha sobretudo partes de pura comedia, amor, liçoes de vida...)

f117 | 19 Mar 2011 | Lisboa, Portugal
tambem si houver uma estrutura interna do pais capaz de intervir na educacao de todos, ( desporto - nao pra uns mas pra todos, "nacionalizacao" da internet e da tecnologia em geral, emprego, oportunidades diversas) garanto k a Rebelde sera mais 1 motivo de diversao pros jovens e pra toda familia.

f117 | 19 Mar 2011 | Lisboa, Portugal
Todos tem a mesma opniao de k a novela nao deva ser trasmitida. Eu acho k deve ser transmitido porque apesar de tudo e so 1 novela e, si a violencia teima em sobresair e porque desde ja havia 1 problema na estrutura da familia. (si haver 1 boa estrutura familiar-pai e mae presente, trabalhadores e sobre tudo educadores garanto k essa novela tera como unico objectivo a diversao como alias tem sido todas transmitidas pela TV Record)

Sra Brito | 18 Mar 2011 | Praia
Kolé ensinamente k ess novela podé trazé de bom pa nôs? NADA. Moda ê dsê um pessoa kada pai devê educá ses fidje... realmente... mas tud gente sabê k televisão tem um grande peso ne nôs dia-a-dia. E o nome? REBELDE! Bsot pensá ne isso, ok? Um contributo de um Mindelense preocupada k nôs juventude.

anónimo | 18 Mar 2011 | cabo verdiana
eu acho que essa novela vai trazer mais violência no seio familiar na camada juvenil sou contra transmissão dessa novela.porque nao dao novelas educativos que ajudam a sensibilizar jovens para sociedade.

Gisela | 18 Mar 2011 | Praia
Somente os pais n conseguem educar os filhos.É necessário a intervenção de todos:professores,igreja, Estado,etc e resumindo a própria sociedade. Quem é "autoridade" para nós? São exactamente aqueles que nos transmitem"valores". Mas que valores? A televisão ocupa um papel significativo. Ensina coisas boas, mas tb coisas extremamente prejudiciais à sociedade.O lema dessa novela é:EU SOU REBELDE/ INDISCIPLINADO/REVOLTADO/DESOBEDIENTE E VC?. Responda, se faz favor! Imaginem o incentivo ao publ alvo

anónimo | 18 Mar 2011 | Praia
Pessoal keli é um caso mesmo sério. Txeu estudo dja prova ma telenovelas, filmes e outros programas televisivos têm influenciado pa negativo comportamento de nôs criança e jovens. 'N s'ta plenamente de acordo ku pastor e Pe. joão e pa mi ês novela "Rebelde" ka debe ser exibido caso contrário no s'ta bem agrava situação de violência na Cabo verde. pa kês ki fla ma páis tem ki educa sês fidju, 'n kré flas ma educação é ka só na casa ki ta dadu. Hoji midia ki ben sustitui nôs pais. É grave!

Jorge Goncalves | 18 Mar 2011 | brockton, ma USA
Nha komentario ta bai pa kes ki ta fala so lixo. em primer lugar nuvela ka tem nada de positivo, nada propi. kuze ki nhos ta odj na nuvela? kornuta bai ta be, safadeza principalmenti entre casais, falkatruas, violencia, desobediencia e filhos em relason a sis pai, kuse mais ki bu nhos kre pa nhos konvensi. Logiku ki nuvela ka sta bem inxina ninguem nada, mas nhos fika ta sabe ma pa insentivu el ta sirbi perfeitamente. Medita na titulo REBELDE, e bu odja si na verdade ha algo positivu ali

guga | 18 Mar 2011 | Aveiro
é ka so keli novela propi e um programa pa frustrados so kenha ki ka tem okupason k ta sta ta odja ez leviandade li

anónimo | 17 Mar 2011 | Lisboa:Alges
ohh pastor manti dizimol si bu kree discuti cenas di igreja fala claru ami e deuz novela ca tem nada a ver ku violencia pais qi tem qi sabi educa ses fidjo portanto anos jovens nu sabi qal qe dretu kal qe mal pmd ce«i parci na novela alguen ta bua di rotxo nka sta bai bua di rotxa tmb por favor manti

D.S | 17 Mar 2011 | Portugal
A TV Record nem deveria estar a emitir nas ilhas de Cabo Verde. Mas é nisso que dá a "Democracia" e a "Gobalização".

Jovem de outrora | 17 Mar 2011 | Praia
Entao os nossos jovens não sabem distinguir a realidade da ficção? Concordo com todos os que dizem que primeiro devemos educar os nossos filhos em casa. Quantos de nós não assistimos a violencia na tv?? E quantos de nós saímos á rua para imitar quem quer que fosse? Os meus pais deram-me uma boa educação e ai de mim se fosse repetir algo de mau que visse na tv!! Mas agora tudo causa trauma aos meninos coitados por isso estamos como estamos. Umas boas palmadas ás vezes fazem milagres.

Catchimira | 17 Mar 2011 | Ilha do Sal
Sinceramente.Quem lê esta noticia, pode até pensar que os jovens de Cabo Verde precisam de algum incentivo para se enveredarem para a criminalidade. Neste caso teriamos que interditar o acesso à internet,cinema, enfim.Me agrada saber que os pastores estão preocupados com a violência juvenil mas, na minha modéstia opinião, não é por aí que iremos educá-los. O primeiro trabalho começa em casa porque a meu ver, alguns pais estão ausentes o dia todo e não acompanham a educação dos seus filhos.

anónimo | 17 Mar 2011 | cabo verde
nada a ver é pes po novela sim ami é jovem de 17 ano ma nunka un deixa afecta pa novela e é ka novela ki sta poi jovens violentos ma falta de dialgo cu ces pai.ka nhos bem poi culpa nem na governo e nem na recor é um forma de mostra pa no agi diferenti de novela ma kes kzs la ka ta resolvi nada por isso es ta poi pa nu tem mas vison entre bem e mal.ka nhos poi kulpa na ninguem pmd violencia de jovens pmd educação é di casa

ivalindo | 17 Mar 2011 | são vicente
Boa tarde, sinceramente fico cada vez mais frustrado quando me deparo com noticias dessas, e pensar que o que aconteceu no brasil poderá eventualmente acontecer em cabo verde, afinal onde estamos? Eu acho que a Record Cabo verde , tem o direito a veicular as suas produções e não me venham dizer que trará consequências a nossa sociedade, pois a sociedade ja está em si caotica é certo, mas não é por causa disso que tornará mais violenta.

J Silva | 17 Mar 2011 | USA
Nta atcha ma pais devia fitchaba ses fidjos dento casa, sem tv, sem net e sem telemovel, tb alguns livros é mau influencia. Nhos deixa de troça. Kel artigo li e midjor publicidade pa es novela. Nhos kria nhos fidjos e deixa de culpa otus.

Zinha | 17 Mar 2011 | Praia
Boa RTC e se agora olhassem para voces tb. Décadas a passar novelas cheias de futilidades e filmes piratas violentos. Programação oca. Jornalistas que aparecem em eventos a fazer publicidade etc etc. Nada como o exemplo para mostrar o caminho as TVs concorrentes. Quem tem telhados de vidro não atira pedras ao vizinho. Tenham pelo menos sobriedade de publicar o comentário

anónimo | 17 Mar 2011 | USA
Presizamos dessas pesoas corajoza para abrir os olhos dos nossos governantes. Estou de acordo que essa novela nao seja exibida em cabo verde porque estamos a lutar para um cabo verde menos violento. Vamos pensar em algo que valoriza o nosso pais e nao em algo que degride a nossa sociadade como um todo. Obrigado. USA 03/17/11

anónimo | 17 Mar 2011 | cabo verde
Já não queremos mais violência em Cabo verde.Basta e paz entre os homens.

anónimo | 17 Mar 2011 | Cabo Verde
É realmente preocupante e as autoridades devem fazer algo para que o que se diz desta novela não venha a complicar ainda mais aquilo que ja se torna uma aberração na nossa sociedade.

anónimo | 17 Mar 2011 | praia -cabo verde
Na minha opinião o Governo de CAbo Verde, deve constrolar as emissões da TV Record que de facto está a a contribuição para o acto de violência que se regista no nosso país. Esta novela e na sequência daquilo que pastor Emanuel Monteiro disso, os orgãos compertentes do Estado de Cabo Verde deve tomar possição junto da RECORD para evitar a emissão desta Novela. É preciso controlar esses gajos.

Maria Helena | 17 Mar 2011 | Praia -Cabo Verde
sou de acordo, que as autoridades caboverdeanas não devem permitir a transmissão dessa novela em cabo verde,não só por aquilo que foi dito pelo pastor, mas tambem pelo fluxo de violençia que assola o nosso país,com tudo isso vai ser mais um problemas para as nossas familias.eu ja vi alguns capitulos dessa novela e constactei que a mesma não é apropriada para um país como nosso onde tudo é imitado pelos nossos jovens e não só.

FLADU FLA | 17 Mar 2011 | PRAIA
UN KUSA EDUCAÇÃO É DI KASA KI TA BEM SI NOS FAMILIAS KA STA EDUCA SOCIEDADE TA EDUCA... OH KI NU KA POI LIMITES A JOVENS E KA NENHUM FILME OU NOVELA KI STA BEM POI... KA UN TA PROCURA SE MEDIATISMO POR ISSO NOS KI TEN KI KUIDA DI NOS FIDJUS... FRUTU DI VIOLÊNCIA NA CABO VERDE É ESSENCIALMENTI KULPA DE FAMILIAS... NEM MESMO IGREJAS KA TA PODI TRABADJA EL SÓ SI FAMILIA KA KOLABORA.... KA NU FUGI DI NOS RESPONSABILIDADE E NEM KA NU RANJA DISCULPAS PA NU FIGI DES.... PRIMERU NU TA EDUKA NOS PROPRIO.

anónimo | 17 Mar 2011 | Praia ; cabo Verde
Não há dúvida nenhum. A Televisão é porta de entrada às famílias de valores ou desvalores morais, éticos etc. É preciso que o Estado tenha muito cuidado com determinadas difusões televisivas. Se essa novela é efectivamente susceptíveis de desmoralizar jovens convém não exibi-la. Os nossos jovens só absorvem aquilo que é mau e a sociedade poderá comprometer-se mais e mais. Para mim a TV Record ´tem sido fonte de crimes hediondos em Cabo Verde, {a semelhança doe Brasil.

FLADU FLA | 17 Mar 2011 | PRAIA
MI NTA AKREDITA MA TUDU NOVELA NA MUNDO O FILMES E NÃO SÓ TEM UM POUCO DI KUSAS MAU E UM POUCO DI KUSAS DRETU... SI REBELDE TA RETRATA KEL PARTE "REBELDE" DE ADOLESCÊNCIA QUE INDEPENDENTE DE TER OU NÃO NOVELA É EXISTE MAS TAMBÉ E PODI DJUDA PAIS A LIDA KU ES COMPLICAÇÃO POR AS VES TEM TXEU KUSAS KI TA KONTISSE QUE É NECESSÃRIO PAIS ODJA E TALVES ES NOVELA PODI BEM DJUDA NA KELA... BOM MI NKA KONTRA NEM A FAVOR.... MAS E KELI KIN NTA PENSA...

MÃE | 17 Mar 2011 | s.vicente
depois de ver a publicidade dessa novela, tinha questionando o seu impacto. pois, tenho filhos adolescentes e um deles começou por me dizer: "VÊS MÃE, NÃO SÓ EU A REBELDE. VOCES É Q TEM DE SABER LIDAR COM ISSO E NOS ENTENDER". será q a responsabilidade e o saber lidar é somente dos pais? onde está e como fazer cumprir a parte dos filho? POR ISSO ACHO Q ESTA NOVELA NÃO AJUDA, SÓ ATRAPALHA.

rita | 17 Mar 2011 | cabo verde
lol entao devia fazer isso a muito tempo nao acha. ha muitos outros canais na tv de cabo verde sou contra em nao publicar essa novela quero e queremos muito assistilo deixam de esparates as outras novelas contems exemplos negativos devia preocupar mais com cabo verde de outra forma e nao interromper um adolescente em casa a assistir tv melhor do que ficar a vadiar e beber na rua novelas sao exemplos

anónimo | 17 Mar 2011 | ICENTE
Estou plenamente de acordo com o Pastor Emanuel

Raquel Pires | 17 Mar 2011 | amora, portugal
«Uma nova novela sempre tem a sua influência, porem nesse caso (eu acho)que isso esta indo ao extremo!AFIRMAR DESSA FORMA QUE UMA NOVELA IRA CAUSAR TANTOS ESTRAGOS É A MESMA COISA QUE DIZER QUE NOS , OS JOVENS CABOVERDIANOS , NÃO TEMOS NENHUM PINGO DE BOM SENSO ..... Eu acho que qualquer ou a maioria dos jovens caboverdianos sabem o que é e o que não é permitido e não é uma novela que ira mudar isso... se isso chegar a acontecer é porque a pessoa em questão não tem uma personalidade própria...»

anónimo | 17 Mar 2011 | holanda
tambem , acho ke nao devem deixar que exibem essa novela na nossa terra. tudo o que esta a acontecer em cabo verde e todo copiado das violencias que os jovens veem nas noticias brasileiras, e com essa novela cabo verde vai virar um favela.

Max | 17 Mar 2011 | Londres
Boa tarde, E bom saber que o povo, Governo e os derigentes religiosos se preocupam com o bem estar, amor e tranquilidade na familia cabo verdiana. Este caso e muito preocupante para a camada Jovem, mas num pais livre, sugeria que o canal televisivo fizesse brodcast num horário mais tarde que o normal, porque se formos por este lado, proebiriamos o acesso ha internet onde pode se aprender muita violencia. Um abraco a cabo verde.

kuest life | 17 Mar 2011 | Cidade da Praia
Parabéns pela iniciativa pastor... mas recordo também que essa mesma novela já tinha passado pela Tiver, e ninguém tinha dito ou falado nada... a nossa sociedade juvenil se deixa influenciar por tudo e por nada e a culpa é da televisão que passou essas mensagens liberalismo através das novelas... tem muita imoralidade que passa pelas novelas mas ninguem fala nada nem vê... tudo que é bom tem um seu lado negativo também mas axu ki essa novela poderá vir a ter seu lado positivo, é ver pra criticar

anónimo | 17 Mar 2011 | Sal
Credo... Imagina se isso ta bem valé de algum coisa... Religiosos DEVERIAM TER OUTRAS COISAS EM PRIORIDADE COMO PADRES PEDÓFILOS...

PIU PIU | 17 Mar 2011 | Cabo Verde
MEUS SENHORES, O BURACO É BEM MAIS EM BAIXO. NÃO É UMA NOVELA QUE VAI DEIXAR OS JOVENS CABOVERDIANOS MAIS DOIDOS DO QUE JÁ ESTÃO. SE FOR POR ISSO, É MELHOR CONHECEREM OS CONTEUDOS QUE OS VOSSOS FILHOS CARREGAM NOS TELEMÓVEIS E INTERNET! ENTRA NA ONDA QUEM QUIZER, OU ENTÃO, QUEM JÁ ESTÁ LÁ DENTRO.SEM CENSURA!!!!

Helder | 17 Mar 2011 | Hollanda
Boa iniciativa da igreja batista em prol do ensinamento de bons valores virtude, amor, paz,segurança social.Todas as igreja e o ESTADO devem lutar contra essa organização criminosa, farcada de religeao Fazendo propaganda atravez da sua televisao RECORDE. www.youtube.com (neste site voces poderao ver obispo macebo a encinar aos postores como tirar dinheiro dos fieis). voces abre o site www.youtube.com e escreve- edir macebo encinado a robar- voces vao ver todas as falcatruas.

Optimista! | 17 Mar 2011 | Praia
Também sou de opinião que as autoridades Caboverdianas não devem permitir a transmissão dessa novela em Cabo Verde. A Sociedade civil devia se juntar às Igrejas e apelar o Governo à não autorização da transmissão dessa novela, pelas razões apontadas pelo Pastor e pela situação de violência que se vive em Cabo Verde.

Jimmy | 17 Mar 2011 | Cabo Verde
Um caso sério. Caso para ser pensado com uma cera seriedade.



publicidade






publicidade






  VÍDEO-CLIP
Su Boss
"El é bonita"
Axel Tony
"Message"
Nando da Cruz
"Linda de Rbera de Paúl"





RTC - Institucional | Publicidade | Ficha Técnica | Contactos
© RTC 2009-2014 Todos os direitos reservados. Concepção e Desenvolvimento: Núcleo Multimédia RTC