Notícias

São Vicente: Académica do Mindelo abalada e insatisfeita com não atribuição do título de campeão


Académica do Mindelo, época 2019/2020
28 Jun 2020 Desporto

Por decisão da assembleia-geral da Associação Regional de futebol de São Vicente, a época 2019/20 fica anulada. A Académica, que ocupava o primeiro lugar aquando da suspensão, está inconformada.

A Associação Académica do Mindelo, que era líder isolada do campeonato aquando da sua suspensão devido às restrições impostas pela covid-19, sente injustiçada com a decisão tomada na Assembleia-geral da Associação Regional de Futebol quanto a ao desfecho do campeonato na ilha.

Por um lado, a decisão de não continuidade da prova satisfaz o clube que, segundo o presidente, defende, em primeira linha, a saúde e bem-estar da comunidade desportiva. Mas a não atribuição do título “por mérito” de acordo com Manuel Cabral, representa uma revanche.

“Estávamos a lutar pelo campeonato, estávamos em primeiro lugar. Quanto a nós, a decisão de se optar pelo mérito desportivo implicaria apenas o Batuque e o Falcões, mais nada. O restante dos clubes não estava directamente implicado na questão, e nem a decisão os prejudicava em nada.”

A Académica ficou abalada com a decisão. “Ficamos sem campeão este ano em São Vicente, por isso estamos abalados e insatisfeitos com esta decisão. Quanto à mim, foi uma votação de má fé.”

O Presidente da Académica do Mindelo reconhece o poder soberano da assembleia de clubes, mas sublinha o facto de a decisão ir contra o parecer da comissão técnica.

“Embora tivesse havido um parecer técnico, solicitado pela direcção da Associação, que aconselhava ir no sentido do mérito desportivo, mas, como sabe, o parecer não é vinculativo e a assembleia tomou a decisão que toda a gente conhece.”

Na assembleia-geral realizada pela Associação Regional de Futebol em São Vicente estiveram presentes 15 clubes da 1ª e 2ª divisões, dos quais onze votam contra a continuação do campeonato e da atribuição do título de campeão à equipa mais pontuada até ao momento da suspensão da prova.

José Pedro Santos, RCV/São Vicente
Editado por Benvindo Neves


pub

Comentários

pub

Pesquisar