Notícias

Oásis é a primeira equipa a qualificar para as Meias-Finais do Campeonato Nacional


06 Mai 2019 Desporto

A Oásis continua a surpreender. Depois de ter ganho o campeonato regional do Sal no ano da sua estreia na 1ª divisão, o conjunto liderado por Lúcio Antunes faz nova façanha ao se transformar na primeira equipa a se qualificar para as meias-finais do Campeonato Nacional.

O feito aconteceu no sábado. Vitória por 2-1, em casa, diante do Onze Estrelas que até esteve a ganhar. Mas, Oásis deu a volta ao resultado na segunda parte.

Missão cumprida, diz Lúcio Antunes, treinador do Oásis, que reconheceu ter sido um jogo difícil.

Do lado do Onze Estrelas, Eldon Lopes, com fair play aceitou a derrota e deu os parabéns à OAIS pela passagem às meias finais.

Ainda no grupo C, destaque para a primeira vitória do Celtic no campeonato, 2-0 na casa do Varandinha. Alex fica na história por marcar o primeiro golo de sempre dos verdes no campeonato nacional. O segundo tento, foi um autogolo de Munay.

Humberto Bettencourt, treinador do Celtic já não via a hora de chegar esta vitória, depois de muitos jogos a desperdiçar oportunidades.

O Varandinha despediu-se do seu público sem poder festejar. 3 jogos em casa, 3 derrotas. Delvis, jogador dos campeões de Santiago Norte fala em azar.

Classificação Grupo C: Oásis 11 pontos (qualificada para às meias finais), Onze Estrelas 7, Celic 6, Varandinha 2 pontos.

No Grupo A, o Mindelense tinha a possibilidade de se qualificar para as meias-finais caso tivesse ganho à Académica do Porto Novo. Mas, isso não aconteceu. Houve empate a duas bolas, no Estádio Adérito Sena, na cidade do Mindelo. A Académica marcou primeiro num golo a meias entre Xolote e Bomba, mas o ultimo toque acaba por ser do defesa encarnado, autogolo portanto. Antes do intervalo, Pibib fez o empate. Na segunda parte Fagui colocou os visitantes em vantagem novamente, mas Pibib bisou já nos últimos minutos e fixou o resultado em 2-2.

Rui Leite, treinador do Mindelense, falou num grande jogo da sua equipa Treinador da Académica de Porto Novo, Gunga, lamentou que a sua equipa tivesse permitido o empate depois de estar por duas vezes na frente do marcador.

Ainda no Grupo A, destaque para a primeira vitoria dos campeões nacionais em titulo. A Académica da Praia foi ao Fogo vencer Académica local por 1-0, golo do lateral Jacknick, ainda na primeira parte.

Tutusca, treinador da Académica da Praia, realçou a importância da vitória para a dignidade do ainda campeão nacional.

Do lado dos foguenses, o treinador Joel Castro, lamentou o facto de a sua equipa jogar muito e não marcar.

Finalmente, o Grupo B depois de duas semanas consecutivas só com empates, lá apareceram novamente as vitórias. o Sporting da Brava ganhou Académico 83 e em São Nicolau, Ultramarina derrotou Santo Crucifixo por 2 a 1. Os campeões de São Nicolau entraram de rompante, com 2 golos muito cedo, dois penaltis convertidos por Patchick, é o melhor marcador com 6 golos, já marcou 5 penaltis neste campeonato. Na segunda parte Santo Crucifixo reduziu por Robinho, mas ficou assim o resultado, 2-1, para alegria do treinador Alexandre Ramos, ele que reconheceu que não foi fácil.


Reportagem RCV


pub

Vídeos Relacionados

Comentários

pub

Pesquisar