Notícias

Organização Nacional Antidopagem de Cabo Verde pode integrar a Convenção Antidopagem da Europa


Emanuel dos Passos, Presidente da ONAD-CV, numa actividade de rotina durante prova Regional Atletismo de Santiago Sul
16 Ago 2018 Desporto

A Organização Nacional antidopagem de Cabo Verde pode integrar a Convenção Antidopagem da Europa, primeiro como membro observador e mais tarde como membro de pleno direito.

Essa possibilidade é admitida pelo presidente da ONAD que, amanhã, se encontra com o chefe de divisão das Convenções do Desporto.

Emanuel Passos falava à Rádio de Cabo Verde após uma intervenção no último dia do segundo congresso mundial de Nutrição e Prevenção da Obesidade que decorreu em Londres desde segunda-feira.
O objetivo principal foi colocar a ONAD-CV e o próprio país no mapa da ciência.

Mesmo sendo um congresso fora da luta antidopagem e das substancias proibidas a participação teve também como objetivo como perceber a questão da utilização de substancias para a diminuição do peso.

A participação da ONAD-CV teve também como objetivo o estabelecimento de parcerias internacionais.
Aliás, defende Emanuel Passos, a organização pretende dar o primeiro passo em termos de investigação científica para compreender quais são os comportamentos alimentares dos atletas.

Em entrevista ao Primeiro Jornal, o presidente da ANAD-CV lembra que a organização tem departamento de educação e investigação científica mas defende que a investigação deve estar localizada nas universidades.
E espera Emanuel Passos que as parcerias com as Universidades resultem já a partir do ano letivo que se avizinha.

RCV
Disponibilizado online por Cláudia Livramento


Reportagem RCV com jornalista Pedro Paulo Moreira


pub

Comentários

pub

Pesquisar